SnowAdventures - Ski e Snowboard
Home  |  Snow TV  |  Fórum  |  Blog  |  Estações  |  Artigos  |  Vídeos  |  Fotos  |  Links  |  Contato  

Snowtrip Las Leñas 2007

A galera do esquinaveia viajou para Las Leñas em Setembro de 2007. Nosso amigo Pípou fez o seu relato da viagem com exclusividade para o SnowAdventures.

Have fun!
 

Segunda-feira, 10 de Setembro de 2007

Esquinaveia 2007 em Las Leñas


ESQUINAVEIA


LAS LEÑAS 2007

01 a 10/09/2007

Embora a neve não tenha ajudado, e apesar da névoa no Aeroparque, da greve da Aerolíneas no dia do retorno, e de algumas reclamações sobre a organização, a viagem do ESQUINAVEIA para Las Leñas em setembro foi 10, muito legal mesmo!

Dessa vez o grupo não viajou todo junto. Ratão, Dunaev (vulgo Dananeve), Neco e o Alessandro, nosso fotógrafo cozinheiro, foram na última de agosto e emendaram na primeira de setembro. Ao invés da nossa tradicional temporada extendida, o que rolou dessa vez foi a antecipada! Mas é só para quem pode, esse povo que não trabalha e tá com alguma plata sobrando! O Babalu e seus comparsas foram nesse trem de agosto, mas só ficaram uma semana. As patroas não liberaram a viagem com a galera.... rsrsrs.

Eu (Pípou), Bruno, Flávio Casila, Dedê e Marquinho decolamos do Rio (uns meio no perrenhe, com milhagem da VARIG, eu e o Bruno pela Aerolíneas) na quinta, dormimos num albergão, onde já estavam o André e Soraya, em lua de mel (é melhor garantir enquanto não se está cansado... rsrsrs). Na sexta, demos um rolé em BAires pela manhã, enchemos o bucho no Siga la Vaca, e pegamos um Buzum para Las Leñas no fim da tarde. A viagem foi tranquilex e olha que só conseguimos pegar as cadeiras de 165º. Se comprássemos as passagens com mais antecedência, poderíamos ter viajado no coche cama, 180º (muito bom, voltamos nele). Tinha até jantar a bordo, com rodomoço e tudo, além do inesquecível Bingo Andesmar!!! Chegamos no sábado pela manhã, descançados, e prontos para iniciar os trabalhos.

O resto do grupo, uns 30, sei lá, incluindo a galera de Sampa, decolaram sábado de manhã. A conexão para Mendoza, porém, não saiu, por causa da neblina, e o grupo só chegou na montanha no Domingo à noite, depois de 6 horas numa van (transfer de Mendoza-Las Leñas). SUPER PERRENHE!!! Conclusão: quem foi de ônibus esquiou dois dias a mais..... rsrsrsrs!


Os que foram na temporada antecipada (21/08) aproveitaram a montanha com uma condição de neve muito melhor, porque pegaram a nevasca da terceira semana de agosto.... a última, ao que parece. Depois, não nevou nem um centímetro. O vento atrapalhou um pouquinho, especialmente no dia que fez parar a Vulcano, deixando o resto da estação com muitas filas. As demais interrupções foram momentâneas, salvo a que deixou o Bruno preso no lifting da Vulcano das 16 às 17, congelando. Será que estava ruim para ele??? rsrsrs.

A macharia do snowboard compareceu em massa na viagem, salvo pelo nosso amigo Johnny, que ficou no Rio acompanhado sua mãe, com problemas de saúde. Mas fiz questão de mandar o seu, o meu, o nosso lema: "VAMU ANDÁÁÁ" . Tivemos ainda o reforço do Marquinho no time da elite (o garotão do Flávio), garantindo as gargalhadas, junto com Casila 1 e 2. Aliais, os caras fazendo a dança do boneco do posto era impagável!!!

Continuando com os créditos, a galera que era iniciante há um ou dois anos atrás, Chicão, Dê, Aluízio, Bruno... todos estão mundo mandando ver nos bowls, com a galera. O Alessandro, nosso fotógrafo legalize, voando nas pistas, nem parecia estar na sua segunda temporada, pelo menos era o que ele disse. Acho que era caô do cabra. Pena foi o Marrentino estar enrrolado com o trabalho e mal aparecer nas pistas.

As meninas do esqui de sempre também compareceram, embelezando a montanha, agora com adesão de algumas novas caras (Mônica, Natália, Alessandra, etc.). Também engrossaram nossas fileiras algumas esposas mais ciumentas (Cristianne, Leoni e Luciane) que resolveram dar uma incerta na montanha... rsrsrs.

A mulherada mais calejada também está evoluindo no esqui. Ninguém mais quebrou perna, ninguém mais atropela ninguém. Kirsten enfim resolveu tentar uma vermelha. Soraia nem quis mais saber de seu instrutor bonitão. Já a Marcinha não mudou nada: continua mais assídua na night do que na pista, mas mandando ver. Das meninas que fizeram o debut, só vi a Cris, que foi muito bem. Também pudera, com o Marcelo do lado, com um chicote na mão!!!

O Dunaev e Paulo, que embora não sejam exatamente meninas, pelo menos até que se prove o contrário, ainda mantém esse hábito estranho de deslisar pela neve segurando não em um, mas em dois pauzinhos!!! E agora arrumaram mais dois amiginhos, o Lima e o Ronaldo. Daqui a nada teremos uma subdivisão cor de rosa no Esquinaveia.

Sobre a estação: não recomendo Las Leñas para quem quer aprender a andar, nem de esqui, nem de snowboard. Só tem uma pista verde muito fácil, praticamente plana. A segunda em dificuldade já é uma azul. Para os iniciantes, recomendo Chapelco. Também não me parece muito interessante para os esquiadores experientes, porque há poucas pretas, salvo os que gostam de um fora-de-pista. Para os intermediários, há boas opções de pista.

O snowboard, no entanto, está bem servido. O terreno de Las Leñas parece ter sido forjado sob encomenda. Não há muito espaço, mas o pouco que há é sensacional. Ficaria ainda melhor se houvesse neve, o que não foi o nosso caso. Ainda assim, foi muito bom deslizar pelas 4 valas da Vulcano, e pela, ainda que um pouco mais modesta, da Netuno. Para mim foi uma vitória encarar a Plutão (especialmente na segunda, quando ela não estava ice... quase morri na quinta-feira). Foi ótimo pegar a Mercúrio na metade, por de trás da saída do lifting da Vulcano (feito que mereceu a pulserinha verde, distinção máxima concedida no pico). Seria bom se as condições de neve permitissem pegar a Mercurio lá de cima. O snowpark não é lá grandes coisas, mas é muito melhor do que o de Chapelco.

Elogios para a qualidade da neve: mesmo ficando duas semanas sem nevar, a neve estava numa condição bem razoável. Se fosse em Bariloche... teríamos meia dúzia no hospital. Já os serviços de Las Leñas!!! Péssimos. Liftings velhos e lentos, sinalização precária, grooming fraco. Nem as rampas do snowpark recebiam manutenção adequada... e eram somente duas. Além disso, tudo é caro: comida, aluguel de roupa e equipos, instrução. Não vá a Las Leñas se não tiver equipamento próprio. Internete??? Isso não existe. Não chamo aquele padrão de conexão de internete.

Mas é sempre muito bom ficar junto à estação e poder ir à pé para a montanha. Ganhamos uma hora a mais no dia para curtir e descançar, sem falar do estresse que é combinar hora para subir, para descer, grupo para o taxi. etc. Até para quem gosta de uma noitada, é bom estar pertinho. Dos aparts até a pista, a caminhada não durava mais do que 5 minutos. Há também hospedagem em hotéis (mais caros, bem mais caros!) que oferecem ski in out, mas é bom ter cuidado: no Aires, por exemplo, você precisa ser esquiador intermediário para usufruir desse benefício.

Em meu quarto, ficamos eu, Neco, Marrentino, Alessandro e Bruno. Como a comida é cara, praticamente todo dia comíamos em casa. Macarrão com alguma coisa, em regra, fora um dia em que o Alessandro, nosso chef, fez um risotão de entulho. Tinha também o sopão (knor) que eu fazia no après ski. As instalações de nosso apê era bom. Alguns ficaram menos bem instalados um pouco. O Chicão, por exemplo, teve que dormir num beliche com a patroa. Sorte a dele que arrumou uma boa desculpa para não ter que cumprir suas obrigações, depois de um dia cansativo esquiando. O convívio no quarto, o que nem sempre é fácil, foi 10, salvo pelo companheiro que insistia em peidar dormindo, pelo companheiro que só tomava banho sob pressão.


Tinha alguma night por lá, mas dela não tomei conhecimento, para variar. E não estou falando isso não é para agradar a patroa (que desta vez não pode ir). Como normalmente abro a pista às 10:00 e esquio o dia inteiro, tirando no máximo 15 minutos para um sanduba, fico muito cansado e não costumo sair, salvo para um jantar ou uma cervejinha no quarto da galera, para fazer um pré-night. Meus 40 anos já me pesam sobre os joelhos, que, diga-se de passagem, quase me faltaram no último dia. Fala aí, Ronaldo (Lomelino)! Segunda tô batendo no seu consultório.... rsrsrs. Mas, ao que me consta, o pico da noitada é o Ufo Point, diga-se de passagem, é suguramente mais interessantes para as moiçolas (não é verdade Marcinha???) do que para os meninos, pelo menos foi o que constou dos relatos que me chegaram... Homem não pega ninguém, parece viagem do Casseta. Depois de algumas poucas temporadas, uma coisa posso afirmar: esporte de inverno é coisa de macho, embora tenha também o pessoal do esqui.


No sábado, tirando uma meia dúzia de securas que quiseram esquiar até a última gota, a grande maioria da tropa preferiu sair pela manhã, para poder fazer uma desgustação de vinhos em San Rafael, na bodega do Sr. Alfredo Rocca, Alfredito para nosotros. Eu falei degustação? Não foi bem assim. Foi uma verdadeira cachaçada, sem precedentes, nem moderação. Cuspir o vinho degustado??? Tá maluco? Tinha gente derrubando duas ou três botellas. E o Alfredito??? O coroa é uma figuraça, encheu a cara também. Além de uma mesa modesta de frios (o gorgonzola acabou num flash), fomos brindados com o showzinho de uma dupla de tango nota 10, um violão e um acordeon que pareciam uma orquestra. Exagerei? Pode ter sido o álcool. Foi tudo muito legal, menos para o motorista. O resultado de nossa aventura etílica: o ônibus chegou em Mendoza com 5 cadeiras quebradas, depois de uma guerra de torcida entre a Raça e a Young Flu. Parecia saída do Maracanã. Claro que os tricolores apanharam... rsrsrs.

Mas, mesmo com pouca neve, a viagem foi ótima. Além de rever a galera das temporadas anteriores do Esquinaveia, é sempre bom ver as mulheres de nossos amigos debutando na neve (compania em potencial para a Claudinha... rsrsrs), além de conhecer novas caras que se integram ao grupo. E o que não falta na trupe são figuraças e gargalhadas.
Agora é ver as fotos e os vídeos que nosso snowboardista alucinado e profissional de imagem de plantão está editando. Alessandro muito provavelmente irá faturar um milhão nas nossas costas.... mas não vendendo as fitas para nosotros, e sim para o Faustão. As fotos das meninas peladas brincando de guerra de neve foi censurada e não poderá ser exibida nesse blog. Mas fiquem tranquilos que as enviaremos diretamente para a Geografic Nacional.

A propósito, a filmagem que a Val fez da galera do snowboard fazendo a dança do siri (com prancha nos pés!) está impagável, embora a qualidade da filmagem não seja lá essas coisas, já tinha pouca luz. À esquerda, a foto. Se for possível, colocaremos o link.

E só para registrar: VALLE NEVADO 2008!!!!!



Pípou

Leia também

  • Chapelco 2007
  • Caviahue 2007
  • Colorado 2007
  • Vail Madness

    Reserve Hotéis

    Reserva de Hotéis Estados Unids, Eurospa, América do Sul

    Recomende

    Newsletter

    Cadastre o seu email para receber as novidades do site:

     

     


  • Copyright 2006-2016 SnowAdventures - Expediente do site